terça-feira, 2 de junho de 2009

Flores no cabelo ☮


Tanta sujeira derradeira nos jornais
Vários representantes em órgãos federais
com tanto dinheiro lavado, roubo esquematizado
metidos em maus lençóis...
Queria que as pessoas fossem mais justas
E o mundo não fosse tanta burocracia
que o dinheiro não fosse tão requisitado,
e os homens não fossem tão dissimulados
Queria que não houvesse tantos panfletos pelas ruas
Queria que as calçadas fossem mais limpas
Pra eu poder andar descalça...

Tanta guerra em prol de causas vazias
O medo que brota em virtude da ganância desmedida
Tantas armas de fogo; por que não armas de água, como as de criança?
Queria que a vida fosse mais frágil do que ultimamente já anda
Para se ver mais claro e declaro que a guerra de nada adianta!
Queria que as pessoas fossem menos egoístas
Não se fingissem passar por despercebidas
Queria que olhassem com compaixão para aquelas
Que jazem nas ruas fracas, desfalecidas
Queria que não houvesse tanto sangue nas ruas,
que as calçadas fossem mais seguras
Pra eu poder andar descalça...

Tanta discriminação sem sentido
Doença contagiosa que se passa a ouvido
Tantas barreiras de cores, crenças e atitudes, tantos percalços
Que com amor, propriamente humano, deveriam ser dissolvidos
Tanto que nos deixamos contagiar - mas não deixemo-nos!
por tanta desgraça sem precedentes nem vestígios.
Queria que as pessoas fossem menos intolerantes,
poder criar tipos de vacinas contra esse efeito nocivo.
Queria que não houvesse tantas brigas nas ruas
Queria que as calçadas fossem mais públicas
Pra eu poder andar descalça...

Tanta poluição que adentra por todos possíveis orifícios
Tanta desistência da seleção do necessário para um ser vivo
É resultado da conhecida inconseqüência, que agora entrou em nova era
Uma era onde todos nossos atos são espelhos refletidos
Queria que as pessoas não fossem tão negligentes
que com inteiro ambiente, não só com meio
não houvesse tamanho descaso
Queria que não houvesse tanto lixo nas ruas
Queria que as calçadas fossem mais nuas
Pra eu poder andar descalça...

Descalça, sim, sentido a pele de meus pés sentir o chão
Descalça, flores no cabelo...
De vestido límpido, tão infinito quanto a imensidão.
Ah, doce utopia que me adoça!
Quisera distorcer as distopias desse coração
Estás tão distante; quando perto estarás?
Quero senti-la viva... quero sentir que isso é capaz
Quero o fim das trevas; quero o início e o meio da paz...

video

Love, Love, Love
Love, Love, Love
Love, Love, Love
There's nothing you can do that can't be done
Nothing you can sing that can't be sung
Nothing you can't say but you can learn how to play the game
It's easy
Nothing you can make that can't be made
No one you can save that can't be saved
Nothing you can't do but you can learn how to be you in time
It's easy!
All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need
Love, Love, Love
Love, Love, Love
Love, Love, Love
All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need
There's nothing you can know that isn't known
Nothing you can see that isn't shown
There's nowhere you can be that isn't where you're meant to be
It's easy!
All you need is love
All you need is love
All you need is love, love
Love is all you need
All you need is love
(Come together!)
All you need is love
(Everybody!)
All you need is love, love
Love is all you need
Love is all you need
(Love is all you need)
Love is all you need
(Love is all you need)
Love is all you need
(Love is all you need)
Yes you can!
Love is all you need!
Woah!
Love is all you need
Love is all you need
Oh, yeah!
She loves you yeah, yeah, yeah
She loves you yeah yeah yeah
Love is all you need!
---------------------------------------------------------------------
video
If you're going to San Francisco
Be sure to wear some flowers in your hair
If you are going to San Francisco
You're gonna meet some gentle people there
For those who come to San Francisco,
Summer time will be a love-in there.
In the streets of San Francisco,
Gentle people with flowers in their hair.
All across the nation, such a strange vibration
People in motion.
There's a whole generation with a new explanation.
People in motion.
People in motion.
For those who come to San Francisco,
Be sure to wear some flowers in your hair.
If you come to San Francisco,
Summertime will be a love-in there.
If you come to San Francisco
Summertime will be a love-in there.

Desmificando mentiras...
O verdadeiro significado do símbolo da paz! :)

Peace and love :D